Segunda-feira, 25 de Setembro de 2006

Meu anjo

Anjo meu

Que em teu céu deténs meu mundo

Segues meus passos

Olhas por mim

Meu anjo, tu me espias

Pois me proteges

Dias e noites sem fim.

Ser infinito, vontade incandescente

De seres meu guia

Pro mundo da fantasia

Que me enche de alegria

E contempla meu sorriso numa só ilusão

De esperança

De amor

Anjo meu, eu te agradeço

Por seres meu anjo

Por manteres feliz meu ser

Ao saber que terei sempre

Uma invisivel mão que enxuga minhas lágrimas

Duas asas que me refugiam do medo

Pois terei sempre a meu lado

O meu divino protector

O meu anjo

sinto-me:
música: Evanescence - My immortal
publicado por melinha às 15:07
link | comentar | favorito
21 comentários:
De Angela a 25 de Setembro de 2006 às 21:50
Para mim há dois tipos de anjos.
Há os anjos invisíveis que traduzo como sendo aquela luzinha de esperança que nos ajuda a superar os momentos mais difíceis.
Depois, há os anjos de carne e osso que são as pessoas que nos dão a mão, que nos acalentam, que nos fazem sorrir!
Todos os anjos são maravilhosos!

Adorei o teu poema.

Beijinhos.
De melinha a 26 de Setembro de 2006 às 09:25
é verdade. e é sempre bom acreditarmos nesses seres magnificos pois isso da-nos mais força nos momentos q mais precisamos bjinhos
De manipulador a 26 de Setembro de 2006 às 11:44
Boa tarde minha senhora, se me permite gostaria de lhe transmitir o seguinte, se existem anjos de carne e osso e outros que lhe dão luzes e sabe lá mais o quê, será que também existem anjas e de preferência virgens? A senhora parece ser especialista em assuntos relacionados com anjos, agradecia uma resposta adequada e séria à minha questão e já agora, se houver anjas, precisava de uma para me lavar o carro. Obrigado.
De Angela a 26 de Setembro de 2006 às 22:34
Senhor manipulador lamento que não tenha sensibilidade suficiente para ver para além do concreto palpável...

Já dizia Saint-Exupéry ... "o mais importante só é visível aos olhos do coração".

Esta é a minha resposta séria.

E agora um aparte... Está a comentar um blog... Não confunda as coisas...
De pavlov a 27 de Setembro de 2006 às 11:03
Senhorita Angélica, lamento profundamente informá-la do seguinte, o coração não tem olhos. As ilusões que se criam são as principais responsáveis pelas desilusões da vida. Uma senhora de tão provecta idade deveria ter um pouco mais de juízo, lamento profundamente a sua atitude paternalista que só pode ser consequência de uma profunda carência afectiva. Lamento profundamente.

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Novo blog!

. As minhas manias

. Sou tua

. Chuva

. Somos cegos - II parte

. Somos cegos...

. ...

. Dias tristes...

. Meu anjo

. Falta-me...

.arquivos

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.favoritos

. Sou tua

. ...

. Dias tristes...

. Meu anjo

. Falta-me...

. Meu amigo...

. Um dia...

. ...

. ...

. ...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds