Sexta-feira, 21 de Julho de 2006

No mar da razao

Quando mergulho nos meus pensamentos

Sinto-me como se mergulhasse na solidao;

Refugio-me nesses momentos,

Refugio-me na paixao.

As vezes fecho os olhos e imagino

O vento tornar leve o meu espirito

Fazendo o meu pensamento voar ate ao infinito.

As vezes refugio-me nesses segredos,

As vezes tento fugir deles...

Mas sinto que eu e o meu coraçao

Nos estamos a perder no mar da razao.

Sei que a lembrança traz tristeza

Sei que a lembrança traz alegria

Mas quando ela vier

Lembro-me de ti a cada dia.

Sei que o mar leva e traz recordaçoes,

Sei que é infinito como o universo

Mas se te tivesse de encontrar atraves dele

Ultrapassaria ate o mundo inverso.

Por ti eu faria tudo

O que estivesse ao meu alcance

Por ti eu aceitava tudo

So para contigo ter um romance.

A minha vida eu daria

Para nao sacrificarem a tua

Mesmo que nao fosse possivel

Tu seres meu e eu ser tua.

Nestes pensamentos me refugio,

Nestes sentimentos me causarao

Tantas saudades tuas

Quando por ti me perder no mar da razao.

publicado por melinha às 10:27
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De FlordeLis a 24 de Julho de 2006 às 15:15
Olá ! nestes versos consegui me visualizar... em determinado momento na minha vida. Mas que agora não vem aqui ao caso.. :) espero que a tua veia poética não te abandone, como me abandonou a mim em tempos... mas agora parece que regressou.. devagarinho, mas com consistência ... espero que tenhas a tua imaginação em alta para continuares... beijinhos!
De melinha a 24 de Julho de 2006 às 15:22
brigada miga vou tentar nao acabar com isso, e tenho estado muito inspirada nos ultimos tempos...graças aos vossos blogs :) vou tentar k este fike o maximo pa k vcs o possam apreciar qd quiserem
beijos brigada pelo comentario
De Vera a 26 de Julho de 2006 às 15:07
Já li e reli vezes sem conta este poema. É daqueles poemas que nos transportam para recordações adormecidas, que nos tocam profundamente, que nos trazem as lágrimas aos olhos!
Ando à dias para o comentar, mas continuo sem palavras... Só consigo dizer que é LINDO!!!!!!!!!
De melinha a 26 de Julho de 2006 às 16:35
brigada linda! foi realmente o 1º poema k escrevi na minha vida. é inacreditavel mas tinha apenas 15anos! achei importante ser o primeiro poema do blog uma vez k foi o 1º k escrevi, foi com ele que td começou...ta simples mas axo k e algo k nos transportam para um lugar mt belo da nossa imaginaçao. pelo menos acontece-me sempre k o leio...achei k iam gostar :)
beijo gd miga!
De ZePedro a 7 de Agosto de 2006 às 12:24
Este poema muito diz
Muito faz sentir
É a expressão da entrega e do sentir
Leio releio e de cada vez mais encontro
Só posso dizer...lindo
De melinha a 9 de Agosto de 2006 às 16:18
e msm esse o objectivo fazer as pessoas sentir...:)

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Novo blog!

. As minhas manias

. Sou tua

. Chuva

. Somos cegos - II parte

. Somos cegos...

. ...

. Dias tristes...

. Meu anjo

. Falta-me...

.arquivos

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

.favoritos

. Sou tua

. ...

. Dias tristes...

. Meu anjo

. Falta-me...

. Meu amigo...

. Um dia...

. ...

. ...

. ...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds